1. O FC Porto goleou o Vitória de Setúbal por 5-0, mantém-se na liderança do campeonato e reforçou o seu goal-average, que é agora de 36-5. Comparando com a mesma jornada da época passada, o FC Porto tem mais 5 pontos, mais 10 golos marcados e menos 1 golo sofrido. É, claramente, a equipa mais forte deste campeonato.

2. O FC Porto que vi frente ao Setúbal foi a síntese perfeita daquilo que a equipa tem vindo a fazer nesta temporada. Assumiu o jogo desde o início, com uma entrada muito forte, jogou sempre com grande intensidade e concentração, o alvo principal é sempre a baliza do adversário e vai sempre à procura do melhor resultado ou da maior vantagem possível. A gestão do esforço é feita no treino, com a rotação do plantel e com as substituições. E com as vitórias.

3. Um dos principais méritos da liderança de Sérgio Conceição é mesmo a gestão que faz do conjunto de jogadores que tem à sua disposição. Num plantel que se podia considerar curto, sem contratações e apenas com o regresso de alguns jogadores emprestados, o treinador do FC Porto teve a capacidade de fazer “autênticos milagres”. Vejo atletas a render muito acima do que era expectável e outros que demonstram que afinal tinham qualidade para serem mais utilizados e mais úteis à equipa. A gestão feita é de tal modo eficaz que cada jogador que entra para o onze inicial fá-lo com absoluta naturalidade, como se tivesse sido sempre titular: veja-se, por exemplo, os casos de Sérgio Oliveira, do André André, do Maxi Pereira e, até, do Diego Reyes.
Já para não falar nas entradas “definitivas” de Herrera e José Sá.

4. Aboubakar é uma figura incontornável da goleada de ontem e da época do FC Porto. Com 20 golos marcados até ao momento esta é já a melhor temporada da sua carreira. Esta semana foi verdadeiramente alucinante com 5 golos em 2 jogos. Em Setúbal, esteve nos golos todos: marcou três, fez a assistência para o segundo do Marega e ainda desferiu o primeiro remate da série de três que culminaram no segundo golo da equipa e primeiro de Marega. Aliás, o maliano tem sido o companheiro perfeito para o camaronês. Juntos somam 22 golos na I Liga e são capazes de arrasar com qualquer defesa. Não há outra dupla assim.

5. Como hoje foi dia de sorteio da Liga dos Campeões, permitam-me umas breves palavras sobre o único representante do futebol português nos 1/8 de final da competição.
Nas 16 melhores equipas da europa não há adversários fáceis. È a elite do futebol.
Desta vez, o Futebol Clube do Porto, duas vezes campeão europeu, duas vezes vencedor da Liga Europa, uma vitória na Supertaça Eurpeia e duas vezes campeão mundial, vai defrontar o Liverpool, cinco vezes campeão europeu, com três vitórias na Liga Europa e três Supertaças Europeias.
Desportivamente é um confronto entre iguais, financeiramente há todo um mundo a separá-los.
O Liverpool é uma equipa que tem muitas qualidades, mas que também tem alguns defeitos. Como diz o Sérgio Conceição, o FC Porto gosta de jogar no fio da navalha. Gosta de enfrentar grandes desafios. Este é um deles. As armas são diferentes. Mas a determinação da equipa portista é grande e a vontade de seguir em frente é igual. Acho que tudo pode acontecer e é possível vir a marcar presença no sorteio dos ¼ de final.

Não deixem de me seguir no Twitter em https://twitter.com/jfernandorio