EM ALTA

MAR AZUL

Os adeptos portistas estão entusiasmados com a época que a sua equipa está a realizar.

O apoio tem sido fortíssimo, quer nos jogos em casa (onde as assistências têm sido superior às das últimas épocas), quer nos jogos fora (com longos cortejos azuis e brancos por esse país fora).

Reconhecem, assim, o mérito e reconhecem o esforço. E, acima de tudo, reconhecem as dificuldades. As próprias e as indevidas.

Daí que cerrem fileiras e se preparem para uma deslocação em massa até ao Restelo, onde se estima que possam estar presentes cerca de 10.000 adeptos do FC Porto.

A SUBIR

IKER CASILLAS

Ícone do futebol mundial, campeão do mundo, campeão europeu, vencedor de todas as competições, jogador do FC Porto, Iker Casillas prepara-se para atingir a fabulosa marca de 1.000 jogos de futebol enquanto profissional!

É uma das maiores estrelas de sempre e, com estes números, torna-se uma lenda.

O facto de ter optado pelo FC Porto para prosseguir a sua brilhante carreira vale mais do que eventuais 1.000 palavras que se poderiam dizer sobre a grandeza do clube azul e branco.

Sempre mais respeitado lá fora do que cá dentro.

ESTÁVEL

SPORTING DE BRAGA

A época do clube bracarense tem sido extremamente positiva.

A sete jornadas do fim, matematicamente, ainda pode ser campeão, mas o que é mais relevante é o resto da conjuntura: o quinto classificado segue a 21 pontos de distância e o terceiro está apenas a 4, o segundo a 7 e o primeiro a 9.

Nesta jornada recebe o Sporting, rival na disputa pela terceira posição, e do qual se pode aproximar de forma quiçá decisiva.

Esta situação não é uma novidade, o clube já disputou um campeonato até à última jornada, o que é relevante é o facto de se ter sabido manter nos lugares cimeiros do futebol nacional.

Falta-lhe apenas ganhar mais vida própria.

A DESCER

O CENTRALISMO DA SPORT TV

É um fenómeno que vem acontecendo há já algum tempo. Pé ante pé, como convém, para não causar grande alarido.

Mas não há como disfarçar. O operador e o seu canal, que devia estar acima de qualquer suspeita, que devia tratar todos por igual e, até, servir de árbitro ou mediador, é cada vez mais a televisão de uns e cada vez menos a de outros.

A SPORT TV é cada vez mais um canal lisboeta a pensar nos lisboetas.

É como ver a TVI, a SIC ou a CMTV.

Quantos comentadores, antigos jogadores e treinadores não são dessa área geográfica?

Quantas referências há para além daquelas que jogaram, treinaram ou trabalharam no Benfica, Sporting ou Belenenses?

A maior parte das vezes que vejo o canal sinto-me como um estrangeiro ou sinto que estou a ver um canal estrangeiro.

EM QUEDA LIVRE

ARBITRAGEM FORA DO MUNDIAL

Não é uma novidade mas é o melhor barómetro do estado da arbitragem portuguesa.

Quando a FIFA e as outras instituições internacionais não lhe reconhecem valor, afastando-a dos grandes palcos, porque havemos nós de o fazer?

Vítor Pereira, por acção ou omissão, deixou um quadro de árbitros paupérrimo e cuja incompetência, impreparação e subserviência tem sido muito influente na classificação nas provas nacionais.

Mas o maior problema de todos é que só o tempo pode ajudar a resolver esta crise: para dar a volta a este estado de coisas é preciso, além de vontade, esperar pela natural renovação geracional. É muito tempo.