EM ALTA

UMA NOVA RÁDIO

 

Os grandes momentos são sempre de assinalar. Numa altura em que se debate, em Portugal e no mundo, a diminuição de audiências e o fecho massivo de órgãos de comunicação social, não há como não destacar o anúncio do lançamento de uma nova rádio. Uma rádio de desporto, o que é totalmente inovador no nosso país.

Parabéns, Bruno Costa Carvalho, pela visão, pela iniciativa, pela coragem, pela persistência.

A ti e a todos os que acreditaram e se mantiveram fieis ao projecto.

 

A SUBIR

LIGA NOS

 

A liga portuguesa começa da melhor maneira. Em 18 jogos apenas se verificaram dois empates, foram marcados 58 golos, o que perfaz a formidável média de 3,2 por jogo, só uma equipa ainda não marcou, o Portimonense e só uma ainda não sofreu qualquer golo, o Feirense.

O grande desafio é manter estes números entusiasmantes a partir da 5ª jornada.

 

ESTÁVEL

IKER CASILLAS

 

Já não existem muitas mais palavras para elogiar e descrever a forma como o super guarda-redes do FC Porto se adaptou ao clube e à cidade. Tudo o que faz, diz ou escreve revela classe, educação e humildade. Sente-se que é um homem e um atleta que está bem com a vida, com a família e consigo próprio. Esta semana, depois do treino e nos seus habituais passeios a pé pela cidade, passou pela Cantareira, sentou-se junto ao rio e conviveu com as suas gentes, observando os miúdos a mergulhar para a água. Tudo com grande naturalidade, como se fosse um de nós.

Também esta semana, durante uma votação para melhor guarda-redes da história do FC Porto, entre ele e Vítor Baía, votou, exclamando: Vitor Baía, sempre!

 

A DESCER

ABEL FERREIRA

 

Não foi propriamente uma semana negra, mas foram dois empates que a pintaram de tons escuros.

Porque comprometem a consolidação do projecto do presidente Salvador e porque retiram algum fulgor inicial a uma época que se antecipava de grande projecção.

Muitas vezes a inexperiência leva a excessos de confiança que acabam em tropeções.

A eliminação precoce da Liga Europa é um golpe sem remissão, e que também penaliza o futebol português. O empate frente ao Santa Clara, depois de ter uma vantagem de três golos, é perfeitamente recuperável mas empalidece um pouco a imagem da equipa. O que se calhar até lhe vai fazer bem.

 

EM QUEDA LIVRE

BRUNO CARVALHO

 

O castigo que lhe foi aplicado pela Comissão de Fiscalização, um ano de suspensão de sócio, revelou alguma condescendência e consideração pelo cargo que ocupou durante alguns anos. Mas a ânsia de protagonismo e a sede de poder levaram o ex-presidente do Sporting a cometer novos excessos. Quase todos os dias há notícias das suas façanhas e das suas tentativas de desestabilizar o clube e a equipa de futebol. Agora, vai ser alvo de um novo processo disciplinar e arrisca uma penalização bem mais humilhante: ser expulso do clube a que já presidiu.