EM ALTA

FC PORTO

A equipa portuguesa qualificou-se para os ¼ de final da Liga dos Campeões depois de eliminar a Roma fruto de uma exibição quase perfeita que levou a uma vitória clara e justa por 3-1. O FC Porto foi sempre uma equipa equilibrada, concentrada e determinada e acabou por sobrepor-se de forma natural à equipa italiana. Os portistas, que nadam num lago repleto de tubarões, aguardam agora pelo próximo adversário, sendo que entre aqueles que já se classificaram (além do FC Porto, Manchester United, Ajax e Tottenham) podemos contar nove Taças/Ligas dos Campeões e mais de trinta títulos internacionais. A carreira notável do FC Porto nas competições europeias faz dele o clube com mais pontos conquistados e líder absoluto do ranking da UEFA.

A SUBIR

BENFICA

A vitória do passado fim-de-semana valeu a ascensão ao primeiro lugar do campeonato. O Benfica é, agora, a única equipa que depende apenas de si própria para chegar ao título, tendo vantagem no confronto directo com o FC Porto. Faltam dez jornadas para o fim e tudo ainda pode acontecer. Como ontem se pôde constatar, não existem equipas imbatíveis. O Benfica somou a segunda derrota da era Bruno Lage frente ao Dínamo de Zagreb e pôs a nu a falta de dimensão europeia do actual Benfica.

ESTÁVEL

RUI PINTO

O denunciante do “Football Leaks” viu esta semana um tribunal húngaro decretar a sua extradição para Portugal. É uma decisão que lhe é desfavorável mas da qual vai ser interposto recurso e só aí se tornará definitiva. O caso que envolve Rui Pinto deve ser seguido por todos com muita atenção. É um caso que nos pode revelar com clareza o nível de transparência ou de obscuridade que por cá se vive. Somos um país livre ou somos um país condicionado pelos poderosos? É que aquilo que parece é que o informático português foi preso mais por aquilo que sabe do que por aquilo que revelou. O processo que levou à sua detenção é de 2015, diz respeito à Doyen, esteve adormecido até há poucos meses e só agora, muito de repente e com muita pressa, é que se avançou para a extradição. É caso para desconfiarmos e estarmos alerta.

A DESCER

SPORT TV

É com pena que assisto à perda acentuada de credibilidade deste canal, do qual ainda sou assinante. Depois da importação de comentadores “imparciais” directamente da BTV; depois do processo nada claro que levou ao afastamento do comentador de arbitragem e depois de suspeitarmos que se passa algo com o seu principal comentador de futebol (e quantas vezes discordo de ambos!), agora somos confrontados com o facto de o canal não passar nas suas transmissões todas as imagens que podem ajudar a esclarecer muitos dos lances que acontecem durante o jogo e que são fundamentais para a percepção que as pessoas ficam daquilo que se passou no relvado. Parece que para termos acesso a mais imagens, mais ângulos e mais informação temos de esperar por terça-feira e por um programa especial do canal. Ainda assim, será que não fica nada por esconder?

EM QUEDA LIVRE

BENFIQUISTÃO

Portugal é uma coisa, o benfiquistão é outra. São dois universos paralelos, em que muitas vezes a ficção ultrapassa a própria realidade. Quem viver apenas no segundo fá-lo num mundo de fantasia e sem saber o que realmente se passa. O Benfica ontem perdeu na Liga Europa por 1-0 frente ao Dínamo de Zagreb. Para quem vive no mundo real, esta foi a segunda derrota desde o afastamento de Rui Vitória; a primeira tinha sido frente ao FC Porto, por 3-1, na Taça da Liga. Mas para quem vive no tal mundo paralelo e de fantasia esta foi apenas a primeira derrota de Bruno Lage. É neste planeta que habitam, pelo menos, alguns jornalistas do Correio da Manhã, da SIC e do Público.